2 de julho de 2014

DIA 02 DE JULHO……….

 

Versículo do Dia

'’ A tua malícia te castigará, e as tuas apostasias te repreenderão; sabe, pois, e vê, que mal e quão amargo é deixares ao SENHOR teu Deus, e não teres em ti o meu temor, diz o Senhor DEUS dos Exércitos. Jeremias 2:19 '’

 

Dia 02 de Julho Comemora-se:

  • Dia do Hospital  
  • Dia do Bombeiro Brasileiro e a Semana de Prevenção Contra Incêncido
  • Dia da Independência da Bahia

15256088

Foto:Marcelo Becker

Tipos de Câncer – Mama   

 

Ser mãe depois dos 30 anos aumenta a chance de desenvolver câncer de mama?

Verdade... Se a mulher engravida mais tarde, isso significa que ela menstruou mais vezes ao longo da vida e, assim, recebeu mais hormônios estrogênio e progesterona, que estimulam as células mamária a se reproduzir, podendo evoluir para um câncer.

O câncer de mama é sempre um caroço? Ele dói?

A maioria dos caroços da mama são benignos, isto é, não são câncer. O câncer em fase inicial não apresenta nenhum sinal, só é detectável por algum tipo de exame, principalmente mamografia, e não dói.

Mamas grandes têm maior risco de câncer? É normal ter uma mama maior que a outra?

O tamanho das mamas é geneticamente determinado e, normalmente, é mesmo um pouco diferente entre uma e outra. O volume das mamas não está relacionado ao risco de desenvolver câncer.

O que pode alterar o tamanho delas é gravidez, amamentação e aumento/diminuição de peso.

O câncer raramente causa aumento das mamas.

O câncer de mama é hereditário?

Não necessariamente. Somente em 5% dos casos ele está relacionado a esse fator. A maior parte dos cânceres hereditários está relacionado à mutação dos genes BRCA1 e BRCA2. Deve-se desconfiar de câncer hereditário quando existem várias pessoas da mesma família com câncer de mama, ovários, intestino, pâncreas, próstata, dentre outros, sobretudo acometendo pessoas em idade mais jovem. Câncer de mama bilateral em alguma parente próxima também chama a atenção para esse fator.

Homens podem desenvolver câncer de mama?

Sim, mas a incidência é de apenas 0,08%, representando apenas 0,17% de todos os tumores malignos masculinos. Nódulos mamários em homens merecem investigação, principalmente quando apresentam consistência dura e não doem ao toque.

Amamentar protege contra o câncer de mama?

Sim, vários estudos comprovam que a amamentação é um fator de proteção contra o câncer de mama. Amamentar por 12 meses, continuamente ou não, reduz em 5% o risco de desenvolver o câncer. Quanto maior o tempo de amamentação, maior a proteção. Vale ressaltar que amamentar não impede o surgimento do câncer, mas diminui o risco de ele se desenvolver.

Fumo e bebidas alcoólicas são fator de risco para o câncer de mama?

O consumo de qualquer quantidade de bebida alcoólica é um fator associado ao aumento do risco de desenvolvimento de câncer de mama, há muito tempo conhecido e cientificamente comprovado. Em relação ao cigarro, muitos estudos foram inconclusivos, mas, nos últimos cinco anos, as pesquisas tendem a demonstrar o aumento do risco de desenvolvimento do câncer de mama em mulheres que iniciam o hábito antes da primeira gestação.

Usar sutiã apertado aumenta o risco de câncer de mama?

Não existe nenhuma relação entre o uso de sutiã apertado e o surgimento de câncer de mama.

Existe alguma relação entre alimentação e câncer?

Sim. Alguns alimentos, quando consumidos regularmente e por longo período de tempo, fornecem melhores condições para a célula cancerosa se desenvolver e multiplicar: carnes vermelhas, frituras, maionese, leite e derivados integrais, bacon, presunto, salsicha, linguiça, mortadela, etc, enfim, alimentos ricos em gordura. Outros alimentos apresentam efeito redudor de risco. São eles: soja em grãos e seus derivados, alimentos ricos e ômega-3 (linhaça e nozes, por exemplo) e em licopeno (mamão, tomate, etc).

O autoexame frequente, sem nenhum achado suspeito, dispensa a realização da mamografia?

Não. O autoexame é muito importante para a mulher conhecer a própria mama e notar qualquer alteração visível ou palpável, mas não substitui a mamografia.

O exame mamográfico, que deve ser feito a partir dos 40 anos, anualmente, é capaz de detectar tumores não palpáveis, isto é, tumores em estágios bem iniciais, o que é essencial para ter melhores chances de cura.

Fonte: ABCFARMA

 

O Exame preventivo é muito importante. Quando você fez pela última vez?

Acesse nosso formulário no cabeçalho do Blog Agenda do Bem e preencha-o, que anualmente enviaremos um lembrete de que a data para seu exame preventivo se aproxima.

Cuide-se

Nenhum comentário: